Equoterapia – Reabilitação – Pessoa com deficiência

Equoterapia, como método de reabilitação, voltada ao desenvolvimento biopsicossocial da pessoa com deficiência
Equoterapia – Lei 13.830/19

Equoterapia, como método de reabilitação, voltada ao desenvolvimento biopsicossocial da pessoa com deficiência

Explicação

A equoterapia, para a reabilitação, da pessoa com deficiência, está determinada no parágrafo 1º, do artigo 1º, da lei 13.830/19. Com efeito, essa lei entrou em vigor em novembro de 2019 e trata da prática da equoterapia, como método de reabilitação que utiliza o cavalo em abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação voltada ao desenvolvimento biopsicossocial da pessoa com deficiência.

Observações

Nesse sentido, é interessante a existência de uma lei que garante meio alternativo específico, para a reabilitação da pessoa com deficiência. Com certeza, a garantia legal condiciona esse método a um  parecer favorável em avaliação médica, psicológica e fisioterápica. Essa é ordem do artigo 2º, da lei 13.830/19. Além disso, essa lei, no seu artigo 3ºtambém, coloca condições, para a prática da equoterapia, como forma de reabilitação da pessoa com deficiência, podendo, de acordo com o objetivo do programa, ser integrada por outros profissionais, como pedagogo, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e professores de educação física.

Final

Dessa forma, a lei e as explicações acima respondem à pergunta feita no início dessa postagem. Com efeito, qualquer outra explicação irá além do limite da resposta. Além disso, nesse site o leitor ou a leitora encontra textos nas áreas do Direito Civil, no que diz respeito à pessoa, à família, à herança, aos bens, às obrigações individuais e solidárias e aos contratos. Além disso, também, estão presentes textos na área do Direito do Consumidor, nas relações de consumo. Certamente, o objetivo principal é conseguir esclarecer as dúvidas do leitor ou da leitora, de forma clara e objetiva. Assim, para saber outras informações interessantes sobre assuntos jurídicos Clique Aqui

Gostou do tema dessa postagem? Se quiser, deixe seu comentário no formulário abaixo.

Os comentários, antes de publicados, passam por moderação.

Clique aqui para visitar o canal da Advogada Ana Lucia Nicolau no YouTube

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.