O Alcoólatra pode ser interditado?

Sim, o Alcoólatra (pessoa viciada em bebida alcoólica) pode ser interditado, mediante declaração judicial de sua incapacidade de administrar seus bens e, se for o caso, de praticar atos da vida civil.
Importante explicar que, ação de interdição é uma medida judicial que visa declarar a incapacidade de indivíduo, para administrar seus bens e, se for o caso, para praticar atos de sua vida civil, por qualquer um dos motivos indicados pela lei, ficando sujeita à curatela, que é a função exercida pelo curador, para a proteção da pessoa e dos bens do interditado.
O nosso Código Civil trata dos interditos nos artigos 1.767 a 1.778, determinando (no artigo 1.767) que estão sujeitos a curatela aqueles que, por causa transitória ou permanente, não puderem exprimir sua vontade; os ébrios habituais e os viciados em tóxico; os pródigos.
Os ébrios habituais são os viciados em bebidas alcoólicas. Visite, também: O drogado pode ser interditado? Clique aqui para visitar o canal do YouTube da Advogada Ana Lucia Nicolau

Indico o shopping virtual  Aqui Tem – ancorado na plataforma lomadee – para compra de livros jurídicos e muito mais –

17 respostas para “O Alcoólatra pode ser interditado?”

  1. Quais as desvantagens da mãe ao interditar um filho toxicomano e alcolatra ja com homicídio e prisões por agressão e tentativas de estupro

  2. Olá Boa noite minha mãe é alcoólatra e tem cada dia mais pioradosua situação, queremos internas em uma clínica privada , mas não temos condições, então queremos ter acesso ao direito de receber uma pensão que ela recebe para podermos pagar parte do tratamento , além disso existe um homem que morou com ela é agora ele vive de se aproveitar e pegar o dinheiro dela . Nos somos 6 filhos o que podemos fazer, para receber essa pensao no lugar dela .

    1. Olá Paola, reúna dos documentos necessários para pedir a interdição, principalmente, atestado médico que prove a incapacidade de sua mãe de gerir suas finanças e, a partir disso, procure um/a advogado/a, para providenciar o pedido de interdição…se vocês não tiverem condição de arcarem com os custos processuais e honorários advocatícios, procurem a defensoria pública, abçs

  3. Bom dia, tenho enfretado problemas c o meu marido, q é viciado em bebida alcoólica, bebe todos os dias , sai de casa de manhã e volta a noite muito embriagado, estou enfrentado problemas financeiros p conta disso.
    É possivel entrar c pedido de interdição, já q ele não aceita nenhuma ajuda pra sair do vicio.

  4. Boa tarde, tenho um irmão alcoólatra de 52 anos não trabalha e agora está tirando as coisas de dentro de casa para compra bebida, ex. máquina de lavar, freezer e assim por diante. Já esteve internado durante 8 meses, mas pouco resolveu, quando saiu vó mesmo dia voltou a beber.

  5. Meu pai é alcoolista e vive em estado de sujeira, não se alimenta direito. Possui benefício mas usa para beber e fumar. Não aceita morar comigo única filha viva. A assistência social tá me pressionando para interditar, mas como ele se nega a morar comigo vai transformar minha vida num inferno. O que eu faço fazer???

    1. Olá, obrigada pelo comentário. Realmente, situação delicada, a rigor, a alternativa é a interdição, mas, sobre contexto fático que você contou, posso orientar que, converse com a assistente social, pense bem em todas as possibilidades de tratamento, após a interdição e tome a melhor atitude, para solução da situação. Abçs.

  6. Olá, tenho um irmão de 52 anos alcoólatra, a esposa morreu há muitos anos e a única filha foi morar com a tia desde os 9 anos, hj ela tem 22, já conversei diversas vezes para que ela ajudasse a fazer uma interdição,mas sempre acontece alguma coisa que não dá pra ela vir, e agora ela também está passando por problemas de saúde,eu já tentei levar no caps pra passar com assistente social, ela deu uma carta pra ele passar no médico,mas ele se recusa ir, e meu pai teve que ir embora por causa de brigas com ele, e hoje meu pai está doente e preciso trazer ele de volta,mas com meu irmão lá não tem condições, me de uma ajuda ,uma orientação, obrigada.

    1. Olá Isabel, realmente, situação complexa, se houver atestado médico, num primeiro momento, diante das circunstâncias que você colocou, há a possibilidade de pedir interdição, porém, aconselho que procure um(a) advogado(a) de sua confiança, para analisarem os detalhes e verificarem a melhor forma de solução do caso. abçs

  7. Olá, tenho um irmão de 52 anos alcoólatra, a esposa morreu há muitos anos e a única filha foi morar com a tia desde os 9 anos, hj ela tem 22, já conversei diversas vezes para que ela ajudasse a fazer uma interdição,mas sempre acontece alguma coisa que não dá pra ela vir, e agora ela também está passando por problemas de saúde,eu já tentei levar no caps pra passar com assistente social, ela deu uma carta pra ele passar no médico,mas ele se recusa ir, e meu pai teve que ir embora por causa de brigas com ele, e hoje meu pai está doente e preciso trazer ele de volta,mas com meu irmão lá não tem condições, me de uma ajuda ,uma orientação, obrigada.

  8. Meu pai alcoólatra, já está aposentado e bebe diariamente e fica muito agressivo, anda armado e mesmo sem a carteira continua a dirigir como um louco. Temos um pouco de medo da interdição, pois temo pela vida da minha mãe após a soltura. Ele nega qualquer tratamento e não reconhece como doente. Existe alguma possibilidade?

    1. Olá Barbara, obrigada pelo comentário! a rigor, posso dizer que, pela visão jurídica, a opção é a interdição, para que seu pai possa ser tratado, aqui no site há postagens que explicam o que é e como é processada a ação de interdição…aconselho que leia e tome a iniciativa viável para a situação. abçs

  9. Olá boa tarde, tenho uma mãe alcoólatra , ela ficou internada 6 meses por vontade própria saiu 2 vezes para ressocialização mas recaiu , agora na saída definitiva ficou comigo em casa 1 mês e bebeu escondido de mim , havia alugado casa para ela morar sozinha mas como ela bebeu em baixo do meu nariz não quero que ela saia mais da clínica , ela bebe de cair , se machucar , já quebrou membros do corpo por estar bêbada e cair , ela recebe pensão do marido que faleceu , posso interditar ela e com o valor manter ela na clínica ?

    Aguardo retorno

Deixe uma resposta para Alessandra Cristina da Silva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *