O Alcoólatra pode ser interditado?

i/nterdição do alcoólatra

Interdição do alcoólatra. Esse é o tema dessa postagem.

O Alcoólatra, ou seja, a pessoa viciada em bebida alcoólica, pode ser interditado, mediante declaração judicial de sua incapacidade de administrar seus bens e, se for o caso, de praticar atos da vida civil. A ação de interdição é a medida judicial que visa declarar a incapacidade de indivíduo, para administrar seus bens e, se for o caso, para praticar atos de sua vida civil, pelos motivos indicados pela lei.
Importante explicar que, os motivos indicados pela lei são as condições para possibilitar o pedido de interdição. Assim, a pessoa declarada incapacitada de administrar seus bens ou de praticar atos da vida civil, fica sujeita à curatela. O curador é a pessoa que exerce a função de curatela, para a proteção da pessoa e dos bens do interditado.
Nesse sentido, o alcoólatra está indicado, como pessoa sujeita à curatela, no inciso III, do artigo 1.767, do Código Civil. Contudo, a lei denomina o alcoólatra como ébrio habitual. Além disso, é importante indicar que, o nosso Código Civil trata dos interditos nos artigos 1.767 a 1.778. O artigo 1.767 indica quem são as pessoas que estão sujeitas a curatela. Assim, estão sujeitos à curatela: A) aqueles que, por causa transitória ou permanente, não puderem exprimir sua vontade; B) os ébrios habituais e os viciados em tóxico; C) os pródigos.
Visite, também: O drogado pode ser interditado? Clique aqui para visitar o canal do YouTube da Advogada Ana Lucia Nicolau – Gostou do tema dessa postagem? Se quiser, deixe seu comentário no formulário abaixo.